domingo, 20 de setembro de 2009

Alamaailman Vasarat - Huuro Kolkko (Finlândia) 2009


Formação vanguardista finlandesa, a qual sintetiza música étnica das mais variadas proveniências (nórdica, judaica, árabe, centro-europeia, africana e latino-americana, entre outras) e a mistura deliciosamente com jazz, música clássica e rock, resultando daí instrumentais de uma dinâmica furiosa e contagiante, que contrastam com outros de maior abrandamento e obscura melancolia.
Studio Album, released in 2009

Songs / Tracks Listing
1. Mielisaurus (3:30)
2. Liskopallo (4:50)
3. Meressä Ei Asuta (4:04)
4. Natiivit (3:47)
5. Lounto Tuli Lähelle (3:03)
6. Tujuhuju (5:32)
7. Luola (6:32)
8. Omalla Ajalla (4:20)
9. Lautturin Viivat (4:06)
Total Time: 39:17

Line-up / Musicians
- Jarno Sarkula / saxophones, clarinets, tubax, various ethnic woodwinds
- Erno Haukkala / trombone, brass
- Miikka Huttunen / pump organ, grand piano
- Tuukka Helminen / cello
- Marko Manninen / cello, theremin
- Teemu Hänninen / drums, percussion

sábado, 18 de julho de 2009

Dream Theater - Black Clouds & Silver Linings [Special Edition 2009]


Studio Album, released in 2009

Songs / Tracks Listing

1. A Nightmare to Remember (16:10)
2. A Rite of Passage (8:35)
3. Wither (5:25)
4. The Shattered Fortress (12:49)
5. The Best of Times (13:07)
6. The Count of Tuscany (19:16)

Total Time: 75:22


Disc Two: Cover songs

1. Stargazer [Rainbow] (8:11)
2. Tenement Funster / Flick of the Wrist / Lily of the Valley [Queen] (8:18)
3. Odyssey [Dixie Dregs] (8:00)
4. Take Your Fingers from My Hair [Zebra] (8:18)
5. Larks' Tongues in Aspic, Part Two [King Crimson] (6:32)
6. To Tame a Land [Iron Maiden] (7:15)

Total Time: 46:34

Disc three: Instrumental
1. A Nightmare To Remember (Instrumental)
2. A Rite Of Passage (Instrumental)
3. Wither (Instrumental)
4. The Shattered Fortress (Instrumental)
5. The Best of Times (Instrumental)
6. The Count Of Tuscany (Instrumental)


Line-up / Musicians - John Petrucci / guitar
- John Myung / bass
- Mike Portnoy / drums
- James LaBrie / vocals
- Jordan Rudess / keyboards


Guest Musicians:

- Jerry Goodman / Violin (The Best of Times, Odyssey, Larks' Tongues in Aspic, Part Two)

DOWNLOAD

domingo, 12 de julho de 2009

Phideaux - NUMBER SEVEN (2009)

Novo album conceitual de Xavier Phideaux, gravado em estudio e lançado em junho desse ano nos EUA.

Songs / Tracks Listing

ONE: DORMOUSE ENSNARED
1. Dormouse - A Theme (1:05)
2. Waiting For The Axe To Fall (6:12)
3. Hive Mind (4:00)
4. The Claws Of A Crayfish (5:40)
5. My Sleeping Slave (3:27)

TWO: DORMOUSE ESCAPES
6. Darkness At Noon (1:50)
7. Prequiem (2:10)
8. Gift Of The Flame (6:10)
9. Interview With A Dormouse (1:10)
10. Thermonuclear Cheese (2:10)
11. The Search For Terrestrial Life (5:30)
12. A Fistful Of Fortitude (2:44)

THREE: DORMOUSE ENLIGHTENED
13. Love Theme From "Number Seven" (7:30)
14. Storia Senti (6:50)
15. Infinite Supply (5:05)
16. Dormouse - An End (2:00)

Line-up / Musicians
- Phideaux Xavier / piano, acoustic guitar, vocal
- Rich Hutchins / drums
- Ariel Farber / vocals, violin
- Valerie Gracious / vocals
- Mathew Kennedy / bass, guitar
- Gabriel Moffat / lap steel guitar, solo & electric guitar
- Linda Ruttan Moldawsky / vocals
- Molly Ruttan / vocals, percussion
- Mark Sherkus / keyboards
- Johnny Unicorn / keyboards, saxophone, vocals


segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Aphrodite’s Child - 666 [1971] Grécia


Aphrodite’s Child foi uma banda grega de rock progressivo formada em 1968 pelo vocalista Demis Roussos, o multi-instrumentalista Vangelis Papathanassiou e o baterista Loukas Sideras. Depois de uma tentativa frustrada para entrar na Inglaterra, a banda reagrupou-se em Paris, onde o guitarrista Anargyros “Silver” Koulouris juntou-se a eles (embora ele fosse forçado a deixar a banda devido a prestação do serviço militar, com a guitarra e baixo sendo tocados por Roussos durante sua ausência).

Echoes of Eternity - The Forgotten Goddess [ProgMetal] 2007


Formada em 2005 pelos amigos Brandon Patton (guitarra) e Kirk Carrison (bateria), onde a intenção era combinar a agressividade do metal com um bonito vocal feminino (Francine Boucher). A banda lançou se debut "The Forgotten Goddess" recentemente pela Nuclear Blast Records.

Formação:

Francine Boucher - vocal

Brandon Patton - guitarra

Kirk Carrison - bateria

Duane Cowan - baixo

Sam Young - guitarra

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Egberto Gismonti-Carmo (1977)






Compositor, instrumentista e arranjador fluminense (5/12/1944-). Nascido em Carmo, Egberto Gismonti Amin é um dos maiores compositores brasileiros de música instrumental. Neto e sobrinho de mestres de banda, estuda piano no Rio de Janeiro com Jacques Klein e Aurélio Silveira e aperfeiçoa-se na França. Lá trabalha como regente e arranjador das músicas da cantora Marie Laforêt.

Inicia sua carreira em 1968, quando classificou três músicas num festival da canção. Em 1969 lança o primeiro LP, Egberto Gismonti. No ano seguinte grava na França, Itália e Alemanha. Além de piano, combina sons de órgão, sintetizador, violão e flautas indígenas em seus arranjos.
Grava vários discos no Brasil e no exterior e faz música paraAmbos estréiam no palco, acompanhando o pai, em maio de 1998. É um dos poucos brasileiros a possuir as matrizes e o direito de comercialização de todos os seus 51 discos, além de dirigir sua própria gravadora, a Carmo. cinema, balé, teatro e televisão. Alguns de seus discos mais conhecidos são Corações Futuristas (1976), Nó Caipira (1978), Dança das Cabeças (1977), Mágico (1980) e Feixe de Luz (1988).

Em 1997 lança o CD Meeting Point, gravado na Lituânia. Ao mesmo tempo trabalha na composição de músicas para a peça Les Bonnes, de Jean Genet, a ser encenada em Paris no ano seguinte. Mora no Rio e tem dois filhos: Alexandre, 18 anos, violonista, e Bianca, 17 anos, pianista.

Egberto Gismonti: piano, piano elétrico, viola, violão , sintetizadores

Valdecir: baixo elétrico

Luiz Alvez: baixo acústico

Robertinho: bateria

Nenem: cuíca

Robertinho, Ubiratan: percussão

Mauro Senise: sax soprano








quarta-feira, 26 de novembro de 2008

PAT METHENY GROUP -SPEAKING OF NOW (2002)



Pat Metheny é, sob vários aspectos, um produto dos novos tempos no jazz. Jovem músico de técnica soberba, adquirida rapidamente, cedo tocou com alguns dos melhores nomes da atualidade, como Gary Burton, Michael Brecker, Jack DeJohnette, Charlie Haden. Planejou sua carreira com sabedoria, trabalhando primeiro com uma gravadora de grande prestígio na música moderna (ECM), depois em uma gravadora de inclinações pop (Geffen) e finalmente com um gigantesco conglomerado de mídia (Warner Bros). Flertou com o jazz-rock, com grande sucesso, e chegou mesmo a ter videoclipes exibidos na rede MTV. Segundo os críticos Richard Cook e Brian Morton, "Metheny tornou-se uma figura-chave na música instrumental dos últimos 20 anos. Já sua estatura como músico de jazz está mais sujeita a discussão"...
Sejamos justos: tal julgamento decorre do fato de que Metheny é um músico que estuda e escreve muito, está aberto a inúmeras influências, e principalmente toca e grava muito. Nesse processo, atira em várias direções, e é inegável que acaba produzindo alguns trabalhos de caráter mais comercial, ainda que agradáveis e perfeitamente bem executadas.
Cabe de tudo o que é território dentro da rodela espelhada batizada de "Speaking of Now". O 40º CD de Pat Metheny vai, musicalmente, das paisagens áridas de feno do Missouri ("As It Is"), Estado onde o guitarrista nasceu, até as savanas africanas ("Another Life"), passando pelo folk irlandês, o flamenco e por muito, mais muito Brasil.
Pat Metheny: acoustic, eletric & synth guitars
Lyle Mays: acoustic piano, keyboards
Steve Rodby: acoustic bass
Richard Bona: vocals, percussion
Cuong Vu: trumpet, vocals
Antonio Sanchez: drums

domingo, 19 de outubro de 2008

Mind´s Eye - "A Gentleman’s Hurricane" ProgMetal 2007


Bem como nosso querido colega VonTeka não posta mais nada do cenário do Prog Metal, eu vou ter que fazer a parte dele e postar o ultimo álbum dessa banda de Prog Metal que vem se destacando no cenário, Mind´s Eye é uma banda Sueca com muita sensibilidade e melodia, além de uma mistura bem peculiar de rock progressivo e heavy metal com influencias como RUSH, YES, ENCHANT and GENESIS.

Track Listings

CD
1. Praying for Confession
2. Seven Days
3. Assassination
4. Chaos Unleashed
5. Hell's Invitation
6. Feed My Revolver
7. Ashes to Ashes (In Land Lullaby)
8. The Hour of Need
9. Red Winter Sirens
10. Skin Crawl
11. Graveyard Hands
12. Say Goodnight
13. Pandora's Musical Box
14. Those Who Fear (Japanese Bonus Track)

DVD
1. Feed My Revolver (Video Clip)
2. Making of "A Gentleman’s Hurricane"

Line-up/Musicians

- Andreas Novak / vocals
- Johan Niemann / guitars, bass
- Daniel Flores / drums, keyboards, vocals

DOWNLOAD

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Tecladista do Pink Floyd morre aos 65 anos

músico e tecladista Richard Wright, um dos fundadores do grupo de rock progressivo Pink Floyd, morreu ontem. A informação foi revelada por um porta-voz. Wright estava com 65 anos e sofria de câncer. 'A família de Richard Wright, membro fundador do Pink Floyd, anuncia com grande tristeza que Richard morreu hoje (ontem), depois de uma rápida batalha contra o câncer', disse seu porta-voz em um comunicado. 'A família pediu que sua privacidade fosse respeitada nesta hora difícil. '
Wright conheceu os também membros do Pink Floyd Roger Waters e Nick Mason na faculdade. Juntos eles formaram a banda Sigma 6, que viria a se tornar o Pink Floyd. O músico compôs algumas das principais canções do grupo, incluindo 'The great gig in the sky' e 'Us and Them', do clássico 'The dark side of the moon', de 1973. Instrumentista talentoso, Wright lançou seu primeiro álbum solo em 1978, batizado de 'Wet Dream'. No início da década de 1980, deixou o Pink Floyd e formou a banda Zee.
Já em 1987, o músico retornou ao Floyd para o álbum 'A momentary lapse of reason'. Suas últimas apresentações com os integrantes remanescentes da banda foram em 2005, no festival Live 8, em Londres, e no ano passado, em um show de homenagem a Syd Barrett, um integrante da banda falecido em 2006.
O vocalista David Gilmour, que se juntou à banda em 1968 logo após a saída de Syd Barrett, escreveu uma nota em seu blog nesta segunda-feira lamentando a morte do companheiro: 'Eu realmente não sei o que dizer além de que ele era um homem amável, gentil e genuíno e que fará uma falta terrível a tantos que o amavam. E são muitas pessoas. Não era ele quem ganhava as maiores salvas de palmas ao final de cada show em 2006? , lembrou.”


Texto: Lane Silva

domingo, 24 de agosto de 2008

FUGATO ORCHESTRA - Neander Variations (2004) Hungria

Postando o album que havia pedido!!

Orquestra hungará fundada em 2000 com o objetivo de tocar musica classica e popular juntas, fazendo com que apreciadores de ambos estilo possam tomem gosto por suas musicas.

AGRADECIMENTOS A Pablo David, que me enviou os links do album, valeu grande!!


Studio Album, released in 2004

Track Listings

1. Neander Valley Chase (4:32)
2. Peace of Mine (3:28)
3. Virelai (4:27)
4. Serenade (3:20)
5. Marine Myth (5:07)
6. Etnoid (7:30)
7. Haiku I (1:36)
8. Haiku II (3:11)
9. Witches' Sabbath (4:33)
10. Tales about Modesty (1:36)
11. Hoquetus (2:50)
12. Joke (2:06)
13. Neander Variations I (2:52)
12. Neander Variations II (3:36)
13. Neander Variations III (5:55)

Total Time: 56:39

Line-up/Musicians

- Alpár Balázs, Ujszászi Kinga, Kutas Beatrix, Radics Ádám, Bazsa Diána & Puss Ferenc / violin
- Jekl Dóri & Tóth Dávid / alto
- Radványi Anna, Lelovich György & Zétényi Tamás / violincello
- Bartányi Réka / contrebass
- Marschall Lívia, Lukács Kriszti & Valentiny Gábor / flute
- Hargitai Péter / trumpet
- Széki Gyõzõ / oboe
- Szénási Mónika / guitar
- Delov Jávor, Jelenlegi Helyettese & Nagy Zsolt / drums & percussion
- Veisz Gábor / bass
- Papp Dániel & Kugyelka Zsolt / percussion
- Györfi Anna / vocals
- Alpár Balázs / keyboards


quinta-feira, 15 de maio de 2008

"Neander variations" by Fugato Orchestra

Otima Orquestra hungara que faz uma mistura de musica classica com bateria, baixo eletrico e guitarra, além de sintetizadores.
não encontrei material (mp3-album) nenhum dessa banda, só video muitos bons no youtube, se alguem tiver alguma coisa me mande por email e prometo postar aqui.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Phideaux - Doomsday Afternoon (2007)


Psychedelic Progressive Gothic Rock

Phideaux Xavier é um produtor de TV americano que começou a compor no “high School”. Suas musicas tem uma sonoridade meio dark, classificada por ele mesmo como “Psychedelic Progressive Gothic Rock”, não concordo com essa a intitulação, mesmo porque tal não existe, porem, realmente suas musicas e seus álbuns não seguem uma formula só, todos seus álbuns tem um estilo próprio.
Doomsday Afternoon é o disco mais recente de Phideaux Xavier e o segundo disco da Triologia que começa com o “The great Leap” de 2006, e com certeza este é um dos mais artísticos álbuns de Phidaux, um passo a frente de tudo que eles lançaram até agora.
O álbum conta com 9 músicos , 4 convidados e uma orquestra de 16 integrantes para partes sinfônicas. EUA mais uma vez impressionando com um progressivo muito bem trabalhado e composto. Vale a pena conferir!

Studio Album, released in 2007

Track Listings

Act One:
1. Micro Softdeathstar (11:17)
2. The Doctrine of Eternal Ice (Part One) (3:01)
3. Candybrain (4:06)
4. Crumble (2:55)
5. The Doctrine of Eternal Ice (Part Two) (8:08)

Act Two:
6. Thank You For The Evil (9:18)
7. A Wasteland Of Memories (2:22)
8. Crumble (2:55)
9. Formaldehyde (8:17)
10. Microdeath Softstar (14:40)

Total Time: 66:59

Line-up/Musicians

- Phideaux Xavier / piano, guitar, handclaps, vocals
- Rich Hutchins / drums
- Ariel Farber / violin, vocals
- Valerie Gracious / piano, vocals
- Mathew Kennedy / bass guitar
- Gabriel Moffat / lap steel guitar, handclaps
- Linda Ruttan Moldawsky / vocals
- Molly Ruttan / vocals
- Mark Sherkus / keyboards

Additional musicians:
- Steve Daudin / flute (9)
- Rob Martino / flute (3)
- Johnny Unicorn / organ, Moog Voyager, handclaps, vocals (3, 10)
- Joel Weinstein / guitar solo (10)

Orchestral sections performed by:
- Mark Baranov / violin
- Bing Wang / violin
- Richard Elegino / viola
- Jerry Epstein / viola
- Dale Silverman / viola
- Elizabeth Wilson / viola
- Stefanie Fife / cello
- Barry Gold / cello
- Jason Lippman / cello
- Dennis Trembly / bass
- Brian Drake / french horn
- Bruce Hudson / french horn
- Boyde Hood / trumpet
- James Wilt / trumpet
- Chris Bleth / flute, oboe, clarinet
- Paul Rudolph / conductor

DOWNLOAD SHAREBEE

DOWNLOAD MEDIAFIRE

DOWNLOAD EASY-SHARE

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Glass Hammer - Culture Of Ascent (2007)

Banda de Rock Progressivo Sinfônico Americana formada na cidade de Chattanooga, Tennessee, em 1992 pelo multi-instrumentista Steve Babb (conhecido como "Stephen DeArqe") e Fred Schendel começaram a escrever e gravar seu primeiro album Concept, Journey of the Dunadan, baseado na de Aragorn do "Senhor dos Anéis" de J.R.R. Tolkien.
Culture Of Ascent é um album Concept de estudio muito bem trabalhado que traz a novela de Jon Krakauer's "Into thin Air", e participação especial de Jon Anderson do Yes.

Studio Album, released in 2007

Track Listings

1. South Side Of The Sky (9:24)
2. Sun Song (9:33)
3. Life By Light (7:29)
4. Ember Without Name (16:33)
5. Into Thin Air (19:14)
6. Rest (6:30)

Total Time: 78:43

Line-up/Musicians

- Fred Schendel / Nord electro 2, NordLead 2, piano, Bela D Media D-synth, organs, electric piano, mellotron, additional synths, loops and programming, acoustic guitar, string arrangements and backing vocals
- Steve Babb / bass guitar, pipe organ, Taurus pedals, the Free Note, assorted percussion, mellotron, piano, harp, loops, programming, Mini-Moog and backing vocals
- Carl Groves / lead and backing vocals
- Susie Bogdanowicz / lead and backing vocals
- Matt Mendians / drums
- David Wallimann / electric guitars
- Rebecca James / violin
- Susan Whitacre / viola
- Rachel Beckmann / cello

Guest musicians:
- Sarah Snyder/ backing vocals
- Eric Parker / acoustic guitar
- Robert Streets / backing vocals
- Haley McGuire / backing vocals
- Jon Anderson / vocals

sábado, 3 de maio de 2008

Almir Sater- Instrumental (1985)

Primeiro disco instrumental do Almir, quem gostou do instrumental dois, já postado aqui no projeto echoes, vai gostar deste também, esse disco apresenta uma sonoridade mais regional , mas com elementos de música eletrônica devido ao uso de bateria eletrônica.

Músicas:

1. Corumbá 3:52
2.Minas Gerais 1:36
3. Vinheta do Capeta 0:55
4. Luzeiro 5:24
5. Benzinho 2:52
6. Rio de Lágrimas 3:24
7. Na Piratinnga : de Jeep
8. Doma 3:42
9. Viola de Buriti 2:32
10. .... E de Minas prá Riba 3:10

Músicos:

Almir Sater: viola
Alzira Espíndola: violão de 12 cordas
André Gomes: Cítara
Capenga: violão
Carlão de Souza: violão de 12 cordas
Guilherme Rondon: violão
Papete: percussão e bateria Simmons
Tavinho Moura : violão
Zé Gomes: violino



Gryphon - Red Queen to Gryphon Three (1974)

Gryphon foi uma banda britânica de rock progressivo nos anos 1970, notável por seu som e instrumentação incomuns. O multi-intrumentista Richard Harvey e Brian Gulland, seu colega de graduação na Royal Academy of Music e músico de intrumentos de sopro de madeira, fundaram o grupo como um conjunto acústico, que misturava o folclore inglês tradicional com música medieval de influências renascentistas. Logo depois juntaram-se à dupla o guitarrista Graeme Taylor e o baterista e percurssionista David Oberlé. Após sua primeira aparição em público, expandiram seu som para ao incluir guitarras elétricas e teclados junto com os instrumentos de sopro, como o fagote e o crumhorn, nunca usados antes no rock. A música do Gryphon às vezes soa bastante parecida com a canção de folclore rural inglesa ou canções renascentistas, mas também como rock, ao menos em suas primeiras gravações. Após seu terceiro álbum (Red Queen to Gryphon Three) e a turnê superior como banda de apoio ao Yes, sua instrumentação ficou mais convencional e o uso de instrumentos incomuns foi reduzido. Fãs e críticos geralmente consideram o álbum Midnight Mushrumps e o álbum instrumental Red Queen to Gryphon Three como os melhores da banda.

Studio Album, released in 1974

Track Listings

Side 1
1. Opening Move (9:42)
2. Second Spasm (8:15)
Side 2
3. Lament (10:45)
4. Checkmate (9:50)

Total Time: 38:32

Line-up/Musicians

- Richard Harvey / keyboards, recorders, Krumhörn
- Brian Gulland / bassoon, Krumhörns
- David Oberlé / drums, percussion, & tymps
- Graeme Taylor / guitars
- Philip Nestor / bass guitar
- Ernest Hart / organ
- Peter Redding / acoustic bass

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Rufus Zuphall - Weiss Der Teufel (German) 1971


Banda alemã de "Krautrock", teve uma passagem curta pelo cenário do Rock, gravando apenas dois albuns, "Phallobst" (1970) e "Weiss Der Teufel" (1971), também conhecida como "o Jethro Tull da Alemanha" por causa da grande presença da flauta em suas composições. Este é um disco muito raro, porém, indispensável na coleção.

Studio Album, released in 1970

Track Listings

1. Walpurgisnacht (3:00)
2. Knight Of 3rd Degree (7:32)
3. Spanferkel (2:20)
4. Freitag (7:14)
5. Weiß der Teufel (17:09)

Total Time: 37:15

Line-up/Musicians

- Klaus Gülden / flute
- Helmut Lieblang / bass
- Günter Krause / guitar
- Udo Dahmen / drums

sábado, 19 de abril de 2008

Pink Floyd - Brain Damage (1974)


Gravado ao vivo , no Wembley Empire Pool em Londres no dia 16 de novembro de 1974, com excelente qualidade de áudio, Brain Damage , é o registro ao vivo e na íntegra do clássico Dark Side of The Moon.




DOWNLOAD

Automat - 1978 (Italy)

Progressivo Eletrônico Italiano

A carreira de Claudio Gizzi é muito conhecida pelas composições neo-classicas usadas como trilhas sonoras de filmes de terror e filmes alternativos como: "Fresh for Frankenstein", "Blood for Dracula" e "Quoi". De volta em 78 ele lançou um projeto musical inovador e peculiar com Romano Massumarra e Mario Maggi, chamado "Automat" e conhecida por apenas um unico album. Esse pequeno projeto pode ser considerado como o renascimento de um pequeno "Kraftwerk", porem muito mais poderoso. As musicas são todas compostas pelo sintetizador "MCS70" e programadores. Automat é muito mais ritmico do que cinemático o que torna ainda mais interessante para quem escuta, desfrute dessa raridade!

Studio Album, released in 1978

Track Listings

side A
1. automat

side B
1. droid
2. ultraviolet
3. mecadence

Line-up/Musicians Romano Musmarra & Claudio Gizzi / synths
Mario Maggi / sampling

terça-feira, 15 de abril de 2008

Tangerine Dream - Cyclone (1978)



Tangerine Dream é uma banda alemã, formada em 1967 por Edgar Froese (tecladista, o único remanescente da formação original do grupo), considerada como um grande expoente do rock progressivo eletrônico, junto com o Kraftwerk.
A carreira da banda é divida em várias fases. A primeira iniciada em 1969 e terminada em 1973, marca uma sonoridade inspirada no Pink Floyd ,fase Syd Barrett, com várias intervenções de teclados, e efeitos sonoros, e próxima da cena progressiva alemã denominada Krautrock. Destaque para os discos Zeit (1972) duplo com uma proposta ousada de uma "sinfonia eletrônica espacial", e Atem (1973) que incluía elementos tribais em algumas faixas.
A segunda, entre 1974 a 1982,considerada por muitos a fase de ouro do grupo, marca uma guinada na sonoridade da banda, que mesmo ainda apostando em longas suítes, marca uma maior independência sonora, em que o grupo adquiria uma identidade própria, e uma maior, e melhor utilização de teclados, sintetizadores e efeitos sonoros e, em algumas faixas, uma proposta um pouco mais acessível, mesmo que ainda bastante experimental. Destaque para os discos Phaedra (considerado a obra-prima da banda, de 1974), Stratosfear (1976), Cyclone (o único com vocais, de 1978) e Force Majeure (1979).
A partir de 1983 o grupo começa a seguir numa linha mais comercial, mesmo que em alguns trabalhos ainda aposte em suítes; o grupo adquire uma sonoridade mais direta, por vezes pop. Destaque para os discos Hyperborea (1983), Optical Race (1988) e Mars Polaris (1999).
Uma característica do grupo, é a constante troca de formações entre os membros da banda, onde somente Froese (que também possui trabalhos a solo) se mantendo no grupo desde 1969. Outros ex-integrantes da banda, como Michael Hoening, Peter Baumman e Christopher Franke, tem carreiras solos que merecem citação.

Músicas:

1. Bent Cold Sidewalk 13:05

2. Rising Runner Missed By Endless Sender 5:00

3. Madrigal Meridian 20:28

Músicos:

Christopher Franke: keyboards, moog modular synthesizer, electronic percussion
Edgar Froese: keyboards, mellotron, guitars, synthesizers
Steve Jolliffe: vocals, bass flute, alto flute, fender rhodes, roland system 100 synthesizer





Agorá - Live in Montreux (1975) Jazz Rock (Italy)

Agorá foi formada em 1974, tem uma certa influência de bandas de Jazz italianas como "Perigeo", porém com certas limitações progressivas, pois muito dos membros vinham de bandas de rock, uma delas chamada "Oz Master Magnus Ltd".
Por mais que eles não tenham sido muito populares na época, foram chamados para tocar no famoso "Montreux International Festival" na Suiça, o que os deu um contrato com a gravadora Atlantic.
Apesar deste album ser ao vivo e conter só musicas inéditas, este é o primeiro album da banda, gravado durante o festival de Montreux, é um disco muito instrumental e com apenas 30 minutos, porém produzem um som muito interessante e peculiar ao esilo da epoca nos remetendo a bandas de "Jazzy Prog" inglesas do começo dos anos 70.

Live, released in 1975

Track Listings

1. Penetrazione (5:20)
2. Serra s Querico (8:33)
3. Serra s Querico II (6:40)
4. Acqua Celeste (6:00)
5. Lorto di Ovidio (5:24)

Total Time: 31:57

Line-up/Musicians

- Roberto Bacchiocchi / keyboards, vocals
- Ovidio Urbani / saxophone
- Renato Gasparini / guitar, vocals
- Paolo Colafrancesco / bass, vocals
- Mauro Mencaroni / drums, vocals


quinta-feira, 10 de abril de 2008

Pink Floyd- Echoes of the Past (1972)

Gravado em 1972, apresenta excelente qualidade sonora .este disco registra um show realizado em Böblingen, Alemanha, no dia 15 de novembro de 1972, contendo versões bastante inspiradas de 3 clássicos da banda.

1. Careful With that Axe Eugene 13:55

2. Echoes "Loking Through The Knotholes In Granny's Wooden Leg" 25:15

3. One Of These Days 9:29


DOWNLOAD (link corrigido)


terça-feira, 8 de abril de 2008

GONG - Radio Gnome Invisible Vol. 2 - Angel's Egg (1973)


Entre 1973 e 1974, agora com o apoio do guitarrista Steve Hillage, o Gong lançou sua trilogia da Radio Gnome Invisible, que consiste nos discos Flying Teapot, Angel's Egg e You, todos especialmente enfocados nos personagens criados por Allen e Smyth. Este é o segundo disco desta trilogia, o primeiro já foi postado neste mesmo blog, e o link foi devidamente corrigido. Aproveitem!!

1. Other side of the sky (7:40)
2. Sold on the highest buddha (4:25)
3. Castle in the clouds (1:09)
4. Prostitute poem (4:52)
5. Givin' my love to you (0:43)
6. Selene (2:09)
7. Flute salad (2:09)
8. Oily way (3:37)
9. Outer temple (1:09)
10. Inner temple (2:34)
11. Percolations (0:46)
12. Love is how you make it (3:27)
13. I never glid before (5:36)
14. Eat that phonebook coda (3:12)

- Daevid Allen / vocals, guitar
- Tim Blake / VCS3 synth, vocals
- Steve Hillage / guitars, vocals
- Mike Howlett / bass, vocals
- Didier Malherbe / saxes, flute, vocals
- Pierre Moerlen / drums, vocals
- Gilli Smyth / vocals, space whispers

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Som Nosso de Cada Dia - Live ´94

Grupo de rock progressivo formado por Manito (teclados e sopros), Pedrão (guitarra e baixo), Pedrinho (bateria), Egídio Conde (guitarra) em São Paulo (SP) no início da década de 1970. Bastante influenciado pelo grupo inglês Pink Floyd, o conjunto atravessou a década com várias formações, tendo na primeira a participação de Liminha (ex-Mutantes).
Esse show marca a volta do grupo após um bom tempo sem apresentações.

Track List

1. Intro/ O Guarani
2. Som Nosso de Cada Dia
3. Nada Prá Lembrar
4. Bixo do Mato
5. Tinta Preta Fosca
6. Docas
7. Doce Gente Má
8. O Amor
9. Prá Swingar
10 Sinal da Paranóia

Musicos

*Pedro Baldanza - Baixo e Vocal
*Pedrinho "Batera" - Bateria e Vocal
*Manito - Flauta e Sax
*Jean Trad - Guitarra
*Homero Lotito - Teclados

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Solaris - Nostradamus Book of Profecies (1999)

Após uma apresentação muito aclamada no ProgFest, essa banda hungara volta aos estudios para gravar mais um album.
Nostradamus Book of Profecies é um "concept album" o ultimo e menos consagrado disco da banda, porém na minha opnião uma grande obra prima do Rock Progressivo Sinfônico.

Studio Album, released in 1999

Track Listings
1 to 3. Book Of Prophecies (20:35)
4. The Duel (7:20)
5. The Lion's Empire (6:40)
6. Wings Of The Phoenix (5:08)
7. Ship Of Darkness (5:46)
8. Wargames (4:28)
9 to 10. The Moment Of Truth (6:40)
11. Book Of Prophecies Radio Edit (3:25)

Line-up/Musicians
- Casaba Bogdan / guitar
- Robert Erdesz / Waldorf wave, Akai S6000, Moog prodigy, Emu protheus XR-2, Doepfer MS-404, Korg Mi, Yamaha TX 802
- Laszlo Gomor / Sonor drums, Zildjian cymbals
- Gabor Kisszabo / Washburn & Fernandes jazz-bass
- Attila Kollar / flute, vocals
- Tamas Pocs / Warwick fortress bass, Rickenbacker-4001



Nick Mason & Rick Fenn - Profiles (1985)

Nick Mason & Rick Fenn
PROFILES


Profiles é um albúm solo do baterista do Pink Floyd, Nick Mason, junto com o guitarrista do 10cc, Rick Fenn, lançado em 1985, é quase que interiramente instrumental, exceto duas faixas, Lie for a Lie apresentando o cantor, guitarrista e compositor do Pink Floyd, David Gilmour, além de Mike Oldfield e Maggie Reilly, Cantora dos anos 80´s. E também a musica Israel, cantada pelo tecladista da banda UFO, Danny Peyronel.

Track List
  1. Malta (Fenn/Mason) – 6:00
  2. Lie for a Lie (Fenn/Mason/Peyronel) – 3:16
  3. Rhoda (Fenn/Mason) – 3:22
  4. Profiles Part 1 & 2 (Fenn/Mason) – 9:58
  5. Israel (Fenn/Peyronel) – 3:30
  6. And the Address (Fenn/Mason) – 2:45
  7. Mumbo Jumbo (Fenn/Mason) – 3:53
  8. Zip Code (Fenn/Mason) – 3:05
  9. Black Ice (Fenn/Mason) – 3:37
  10. At the End of the Day (Fenn/Mason) – 2:35
  11. Profiles Part 3 (Fenn/Mason) – 1:55

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Almir Sater- Instrumental dois (1988)

Nascido em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul , desde muito pequeno já tocava viola. Estudou direito no Rio de Janeiro. Gravou seu primeiro disco em 1980, contando com a participação de Tetê Espíndola, Alzira Espíndola e incluiu diversas músicas da fiel parceria com Paulo Simões.
Ficou famoso ao participar da telenovela Pantanal, da Rede Manchete. Em 1990 e protagonizou, ao lado de Ingra Liberato a novela A História de Ana Raio e Zé Trovão, da mesma emissora.
Fez parte da geração Prata da Casa, no início dos anos 1980, sendo uma das principais atrações do movimento que juntou os maiores expoentes da música sul-mato-grossense.
Paralelamente, Almir estabeleceu uma rica parceria com Renato Teixeira, e juntos compuseram várias canções, como "Tocando em frente", gravada por eles próprios e por outros cantores, como Maria Bethânia e Sérgio Reis.
Exímio violeiro, seu estilo caracteriza-se pelo experimentalismo, a utilização de diversas afinações diferentes e o resgate da música regional. Suas influências vão de Al Jarreau e Beatles às músicas mineira, andina e caipira/sertaneja tradicionais. Também toca violão e domina totalmente o charango.
Neste disco em especial em algumas faixas Almir toca acompanhado de uma orquestra , este é um dos motivos pelos quais estou postando este disco aqui no projeto echoes , devido à grande qualidade de Almir Sater como músico e compositor bem como a maneira que adaptou perfeitamente seu estilo de música regional com a música clássica , sendo perfeitamente encaixado como um som experimental, que é uma das características do rock progressivo , o experimentalismo. Espero que aproveitem .

Músicas:

1. Fronteira 4:34
viola: Almir Sater
violão de 12 cordas : Fernando Melo
teclados: Eduardo Souza

2. Europa 2:54
viola: Almir Sater
violino: José Gomes

3.Rasta 3:55
viola: Almir Sater
violão de 12 cordas: Fernando Melo
teclados: Eduardo Souza

4. Mazurca-Choro 2:22
viola: Almir Sater

5.Encontro das Águas 3:28
viola: Almir Sater
violão clássico: Fernando Melo e
orquestra

6. Moura 4:07
violão: Almir Sater
teclados e arranjo: Chiquinho de Moraes e
orquestra

7.Marionete 1:38
viola: Almir Sater
violão de aço: Pedro Ortale

8.Segredo 4:30
violão solo: Marcos Pereira
viola: Almir Sater
violão de 12 cordas: Fernando Melo
teclados: Eduardo Souza

9.Cristal 4:39
viola: Almir Sater

10. Beira-Mar 1:47
violão clássico e voz: Tavinho Moura
viola e voz: Almir Sater

Pink Floyd - Secrets (1971)

PINK FLOYD SECRETS
Paris Theater, London october 3, 1971.

Exclusivo da minha coleção particular, uma obra prima do PF, esta é uma compilação "pirata" ou "alternativa" como queira chamar, gravada pela equipe "Man at Work", no Paris Theater em outubro de 71.
O albúm contém uma ótima qualidade sonora, onde se pode encontrar uma versão extendida de Embryo, além de outros singles como Point me at the sky e Julia Dream, também a versão completa de Echoes, que por sinal é a única musica que apresenta uma qualidade um pouco inferior as demais musicas.
O Albúm é um raridade e indispensável a qualquer colecionador e fã do Pink Floyd. Enjoy!

Track List
1. Embryo
2. Green is the Colour
3. Careful With the Axe, Eugene
4. Let There be More Light
5. Muderistic Woman
6. Point Me at the Sky
7. Tha Narrow Way
8. Julia Dream
9. A Saucerful of Secrets
10. One of These Days
11. Echoes

terça-feira, 1 de abril de 2008

Acqua Fragile - Album (1973)

Este quinteto de Parma, formado em 1971 das cinzas do Immortali, grupo em que o vocalista Bernardo Lanzetti participava. Em um dos últimos concertos com o nome velho, os cinco integrantes chamaram a atenção do Premiata Forneria Marconi, que introduziram neles o empresário Frank Mamone. Como Acqua Fragile ganham novo impulso profissional de Mamone, o grupo sucedeu ao jogo de grupos estrangeiros de nome importante como Soft Machine, & de Alexis Korner; Snape, Tempest, Curved Air, Audience, Uriah Heep e sobretudo o Gentle Giant. Seu primeiro álbum foi bom, com alguma influência ocidental nas peças mais vocais, inspirados na base musical de ingleses como Genesis e Gentle Giant. A escolha de cantar em inglês provavelmente não ajudou ao grupo obter um popularidade grande na terra natal e o album não realizou o sucesso esperado.
Faixas:
1. Morning Comes (7:22)
2. Comic Strips (3:56)
3. Science Fiction Suite (5:54)
4. Song From A Picture (4:09)
5. Education Story (4:12)
6. Going Out (2:56)
7. Three Hands Man (8:07)
Total: 36:36

Músicos:
- Gino Campanini / guitar, vocals
- Piero Canavera / guitar, drums, vocals
- Franz Dondi / bass
- Bernardo Lanzetti / guitar, vocals
- Maurizio Mori / keyboards, vocals

quarta-feira, 19 de março de 2008

Roger Waters & Ron Geesin - Music From "The Body"

Trilha Sonora de Filme- 1970 Contém faixas bem humoradas de sons produzidos pelo próprio corpo do ser humano. É pautado por músicas simples e temas muito bonitos de Roger Water e Ron Geesin.
Participação dos outros membros do Pink Floyd: - David Gilmour / guitar on "Give Birth To A Smile" - Rick Wright / keyboards on "Give Birth To A Smile" - Nick Mason / drums on "Give Birth To A Smile"

Track Listings
1. Our Song (1:34)[Waters & Geesin]
2. Sea Shell And Stone (2:08) [Waters]
3. Red Stuff Writhe (1:20) [Geesin]
4. A Gentle Breeze Blew Through Life (1:12) [Geesin]
5. Lick Your Partners (0:36) [Geesin]
6. Bridge Passage For Three Plastic Teeth (0:34) [Geesin]
7. Chain Of Life (4:00)[Waters]
8. The Womb Bit (2:07) [Waters & Geesin]
9. Embryo Thought (0:40) [Geesin]
10. March Past Of The Embryos (1:15) [Geesin]
11. More Than Seven Dwarfs In Penisland (2:01)[Geesin]
12. Dance Of The Red Corpuscles (2:07) [Geesin]
13. Body Transport (3:14) [Waters & Geesin]
14. Hand Dance - Full Evening Dress (1:04) [Geesin]
15. Breathe (2:50) [Waters]
16. Old Folks Ascension (3:47) [Geesin]
17. Bedtime - Dream - Clime (2:04) [Geesin]
18. Piddle In Perspex (0:57)[Geesin]
19. Embryonic Womb-Walk (1:22) [Geesin]
20. Mrs. Throat Goes Walking (2:07) [Geesin]
21. Sea Shell And Soft Stone (1:56) [Waters & Geesin]
22. Give Birth To A Smile (2:43)[Waters]

terça-feira, 11 de março de 2008

Pink Floyd meets Frank Zappa-(1969)

Muito boa a versão de Astronomy Domine, com as guitarras de Zappa e Gilmour juntas, cada um no seu estilo característico.Infelizmente no arquivo que baixei não estão listadas as músicas do frank zappa , as informações do arquivo são essas abaixo.

1969/10/25, Concert "Festival Actuel", Amougies, Belgium

David Gilmour - guitar & vocals
Richard Wright - organ
Roger Waters - bass & vocals
Nick Mason - drums
Frank Zappa - guitar

Side 1
01. Astronomy Domine
02. Green Is The Colour
03. Careful With That Axe, Eugene

Side 2
04. Tuning Up With Frank Zappa
05. Interstellar Overdrive


Frank Zappa - Over- Nite Sensation (1973)




Over -Nite Sensation foi um dos discos de maior sucesso na carreira de Frank Zappa. Berço de vários clássicos como Camarillo Brillo, Dinah-Moe-Hum e Montana.Para os fãs do Jean-Luc Ponty há um duelo bacana dele com o Zappa em Fifty-Fifty.



Camarillo Brillo - 04:00
I'm The Slime - 03:35
Dirty Love - 02:58
Fifty-Fifty - 06:11
Zomby Woof - 05:11
Dinah-Moe-Hum - 06:03
Montana - 06:38

Frank Zappa
Ian Underwood -- flauta, clarinete, alto & sax tenor
George Duke -- teclados & sintetizador
Jean-Luc Ponty -- violino & violino baritono
Sal Marquez -- trompete & vocais
Bruce Fowler -- trombone
Ricky Lancelotti, Kin Vassy -- vocais
Ruth Underwood -- marimba, vibes & percussão
Tom Fowler -- baixo
Ralph Humphrey -- bateria

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Fuzzy Duck-Fuzzy Duck (1971)





Formado na Inglaterra no começo dos anos 70 , o Fuzzy Duck tinha influência de vários grupos daquela época, como ATOMIC ROOSTER, SPENCER DAVIES GROUP, VANILLA FUDGE e QUATERMASS. Infelizmente como tantas outras bandas daquela época, o grupo teve uma curta duração.
Line up:
-Paul Francis (drums, percussion)
- Mick (Doc) Hawksworth (bass, vocals, acoustic 12-string, electric cello)
-Roy (Daze) Sharland (organ, electric piano)
- Grahame White (guitar, vocals, acoustic guitar)
Obs: infelizmente, neste arquivo que consegui , vieram faltando as duas primeiras músicas, se alguém souber algum link com o arquivo completo e quiser compartilhar , será bem vindo.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Renaissance - Turn Of the Cards (1974)


Os ex-membros da banda The Yardbirds Paul Samwell-Smith, Keith Relf e Jim McCarty organizaram um novo grupo dedicado à experimentação entre rock, folk music e música erudita. Juntamente com o baixista Louis Cenammo, o pianista John Hawken e a vocalista Jane (irmã de Relf) lançaram dois álbuns com a Elektra Records e Island, mas logo se dissolveram, deixando McCarty para reformular uma nova formação para a banda. Apesar disso, logo depois McCarty também deixou o grupo. A nova formação, provavelmente a mais famosa na história da banda, consistia de Annie Haslam no vocal, Michael Dunford no violão, John Tout no piano, Jon Camp no baixo e vocal e Terry Sullivan na bateria. Lançaram Prologue em 1972, com letras escritas por Dunford e McCarty e letras pela poetisa Betty Thatcher.Nos anos 1970 a banda passou por uma carreira bem sucedidade comercialmente, mas apesar disso suas apresentações eram meras reproduções das gravações em estúdio, o que não era bem visto pelos fãs. Influenciados pela música erudita, incluiam em suas canções referências a compositores como Bach, Chopin, Albinoni, Debussy, Rachmaninoff, Rimsky-Korsakov e Prokofiev, entre outros. O Renaissance emplacou a canção Northern Lights em 1978, retirada do álbum A Song for All Seasons, mas o mesmo não aconteceu com o álbum seguinte de 1979, Azure D'or, o qual deixou os fãs infelizes com a mudança da banda para a utilização de sintetizadores, um caminho seguido pela maioria das bandas de rock progressivo da época. Camp assumiu mais responsabilidade na composição, e Tout e Sullivan deixaram a banda. Haslam, Dunford e Camp lançaram álguns álbuns nos anos 80 e então se separaram. No final dos anos 90, Haslam e Dunford formaram suas próprias bandas utilizando o nome Renaissance, lançando álbuns com diferentes formações. A banda se reuniu em 2002 para gravar o álbum Tuscany e se apresentar em um concerto na Astoria em Londres antes de partir para uma pequena turnê no Japão. Annie Haslam então anunciou que a reunião não seria continuada. Em 2005, com a banda Renaissant, Terry Sullivan gravou o álbum South of Winter, ao estilo Renaissance, com letras por Betty Tatcher e contribuições no teclado por John Tout.
Turns Of The Card, foi um CD de transissão da fase mais sinfônica (Ashes Are Burning) da banda, para uma fase de um som mais comercial, porém sem perder a qualidade característica. Renaissance para mim é uma das melhores bandas de progressivo de todos os tempos. Nesse álbum eu destaco a faixa 'Cold is Begin', que é uma versão cantada de Adagio de Albinoni... a voz de Haslam é de tirar o fôlego e toda a instumentação dessa faixa,idem. Ótimo álbum.
Tracklist:
1. Running Hard
2. I Think Of You
3. Things I Don't Understand
4. Black Flame
5. Cold Is Being
6. Mother Russia

sábado, 12 de janeiro de 2008

Pink Floyd -The Complete Zabriskie Point Sessions (1970)



Zabriskie Point é um filme de Michelangelo Antonioni lançado em 1970 que mostra o movimento de contracultura dos EUA na época. O filme conta a história de um jovem casal — uma jovem secretária idealista e um militante radical — para passar uma mensagem "anti-establishment". O filme é assim chamado em lembrança do monumento natural Zabriskie Point, no Vale da Morte, na Califórnia, EUA.

A trilha sonora do filme, Zabriskie Point, apresenta canções de vários artistas, incluindo Pink Floyd, The Youngbloods, The Kaleidoscope, Jerry Garcia, Patti Page e Grateful Dead. Uma faixa dos Rolling Stones ("You Got the Silver") não apareceu no álbum da trilha sonora. As canções de Pink Floyd, Jerry Garcia e The Kaleidoscope foram escritas para o filme.

Este disco é uma complilação de todas as sessions feitas em estudio para serem ultilizadas no filme. Raridade!


DOWNLOAD